COMO EXPANDIR A MINHA EMPRESA COM FRANQUIAS?

O franchising brasileiro possui atualmente 2979 redes com mais de 140 mil unidades em funcionamento, sendo que no acumulado dos últimos 12 meses o crescimento do faturamento do setor foi de 8,4%, segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF). O avanço do setor traz perspectivas otimistas para quem já possui uma empresa e pensa em expandir por meio de franquias. Porém, é importante avaliar essa decisão com cuidado, para que o crescimento dessa nova rede seja feito de forma responsável e assertiva.

Quem quer ser franqueador deve começar buscando compreender o que é o franchising e seu funcionamento, obtendo desde informações abrangentes sobre o setor até as suas particularidades, como a constituição da empresa franqueadora e os documentos jurídicos essenciais para a franquia, de acordo com a Lei de Franchising 8.955/94.

Posteriormente, a análise de franqueabilidade do negócio, uma avaliação de acordo com as informações da empresa que busca compreender se o negócio é franqueável e se será vantajoso, tanto para o franqueador quanto para o franqueado. É preciso ter um olhar cauteloso para a situação atual da empresa e as projeções de crescimento. Além disso, é essencial que o negócio tenha um diferencial competitivo, seja nos seus produtos e serviços, ou mesmo na qualidade e atendimento, afim de justificar mais uma rede no mercado de forma atrativa para os franqueados e para o consumidor final. Também é fundamental que o negócio possua uma marca estruturada e tenha atingido um ponto de maturidade de processos e operações até esse momento do negócio, já que o franchising tem como uma de suas bases o aluguel de marca e a transferência de conhecimento.

Outro ponto de atenção é a postura desse futuro franqueador e a capacidade de suas habilidades gerenciais. É importante realizar uma autoanálise para entender se existe o perfil necessário para ser franqueador. O franqueador deve estar disposto a compartilhar seu conhecimento, todos os seus segredos empresariais e sobretudo, estar presente, atuando próximo aos franqueados, provendo o suporte, além de treinamentos e manuais que assegurem a manutenção dos padrões da rede e o sucesso de cada franqueado.

É interessante observar que a formatação de uma franquia envolve um grande número de processos e é altamente recomendável procurar profissionais qualificados que tenham experiências com franquias e que ofereçam esse tipo de consultoria. Só quem conhece em profundidade esses processos vai conseguir identificar os pontos de atenção na hora de estruturar todas as análises essenciais.

A importância de uma formatação cuidadosa é refletida no crescimento sustentável da rede, já que os futuros franqueados precisarão a ter segurança e confiança plena no negócio. Outro ponto importante é uma boa seleção de franqueados. A partir de uma rede bem estruturada a expansão dessa franquia acontecerá de forma saudável e responsável, mantendo o alto padrão estabelecido e desejado.

Lucien Newton, coluna Franquias de A a Z, Jornal Estado de Minas. Publicação em 27/08/2017.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá!
Podemos ajudá-lo?
Powered by