As redes associativas são exemplos de entidades que estão facilitando a otimização de resultados para franquias. O modelo de trabalho que se encaixa no cooperativismo é, certamente, um atrativo para empresas que almejam unir forças em prol do mesmo objetivo, apesar do cenário favorável do mercado.

Segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor de franquias apresentou uma variação positiva de 8,4% em sua receita, com um avanço de R$ 168,177 bilhões para R$ 182,381 bilhões no último ano.

Produtos e serviços de diferentes segmentos estão cada vez mais recorrentes neste modelo de compras conjuntas. Este tipo de negócio para empresas está presente no crescente número de tecnologias criadas para facilitar a economia compartilhada. De acordo com estudos, existe a estimativa de que a economia colaborativa responderá por cerca de 30% do Produto Interno Bruto (PIB) de serviços do Brasil até 2025.

Equilibrar as finanças, a economia e a variedade de produtos é um dos grandes pilares da economia compartilhada. Para muitas empresas, essa é a melhor forma de ganhar competitividade no mercado e muitas delas conseguem gastar menos, ganhar mais e utilizar dinheiro de maneira mais estratégica em outros setores do negócio. 

No cenário atual do mercado, com cada vez mais empresas disputando o mesmo nicho, os empresários precisam encontrar novas formas de pensar e fazer negócios para sobreviver. Uma dessas maneiras é a atuação em conjunto com outros players, de maneira associada.

O objetivo dessas parcerias é obter vantagens estratégicas e agregar valor aos produtos e serviços comercializados, beneficiando os clientes. De forma prática, as franquias estão conseguindo novas oportunidades e benefícios, aumentando as chances contra a concorrência, mesmo frente a grande competitividade. As compras conjuntas fortalecem os franqueados e ajudam a superar as dificuldades em mercados cada vez mais competitivos.

As franquias estão conquistando novas oportunidades e benefícios e aumentando as chances contra a concorrência. As compras conjuntas fortalecem os franqueados e ajudam a superar as dificuldades em mercados diversos. Entre os principais benefícios estão a economia e variedade de produtos, planejamento e ações em grupo, troca de experiências e assertividade nas decisões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *