CONSUMIDOR, EXPERIÊNCIA E INOVAÇÃO: DESTAQUES DE GRANDES EVENTOS INTERNACIONAIS

Os olhares de empresários do mundo todo se voltaram para dois importantes eventos que aconteceram nos meses de janeiro e fevereiro de 2018 e trouxeram grandes cases e oportunidades. O primeiro foi NRF Retail´s Big Show 2018, em Nova York, maior evento de varejo do mundo e o segundo foi o IFA (International Franchise Association) Convention 2018, em Phoenix, maior evento sobre Franchising da atualidade. Os dois eventos buscaram discutir as principais tendências do mercado, as novidades da tecnologia e destacaram mais uma vez que a experiência do cliente faz toda a diferença para o sucesso dos negócios.

Os hábitos de consumo estão mudando junto com a geração dos “millennials”. Não é surpresa que os clientes estão cada vez mais exigentes e por isso alcançar a fidelidade e disrupção se tornaram tarefas mais difíceis, e vão depender de algumas práticas como: transparência e relevância, que tem como essência o consumidor como principal elemento dos negócios. Essas práticas evoluíram para valores em algumas marcas que ganharam destaque no NRF.  A marca Beauty Pie, começou a revender produtos de beleza a preço de fábrica, pois, a empresária Márcia Kilgore, sua fundadora, realizou diversas pesquisas e comprovou que os produtos chegavam para o consumidor a preços muito altos com relação a seu custo de produção. Ao simplificar os processos, ela conseguiu comercializar os produtos mais baratos e assumir os valores de transparência e relevância, pois, demonstra as despesas de todo o processo para os consumidores e torna a marca acessível e voltada para pessoas e não somente para o lucro.

A propósito, tudo isso está relacionado com experiência, temática que já vem sendo discutida no mundo dos negócios e que mais uma vez foi evidenciada durante os dois eventos. O desafio tornou-se entregar para o cliente experiência para além dos produtos, entregar o inesperado. A resposta não é nenhuma grande novidade, as organizações precisam estar mais conscientes do seu propósito, aliando tudo isso à tecnologia. Dessa forma, questões como: sustentabilidade, empoderamento feminino e diversidade vêm sendo incorporadas pelas marcas, pois, não são mais fatores diferenciais, estão se tornando exigências dos clientes, que em meio a tantas opções já não escolhem simplesmente por preço e qualidade. Isso torna indispensável o trabalho de branding diário, que precisa estar associado à atitudes e ações concretas, uma vez que, essas práticas devem ser assumidas com coerência e responsabilidade, caso contrário, perdem seu valor.

A era digital já é uma realidade, mas contrariando alguns discursos, ela não está completamente deslocada do mundo físico, as tecnologias são grandes aliadas de lojas físicas e ancoram o comércio digital. Um dos principais perfis de consumidores que despontaram são os “omnishoppers”, pessoas que consomem através de vários canais, que se interligam e conectam o mundo físico ao mundo digital. Devido a isso, também são tendências BOPIS e Marketplaces, o primeiro corresponde à tecnologia que permite comprar online e retirar na loja e o segundo, à sites que reúnem muitas lojas diferentes, provocando também reflexões sobre o conceito de loja.

Ainda que o modelo de franquias seja viabilizado através de processos e fórmulas já testadas, as redes não podem perder de vista as transformações que pretendem e devem aperfeiçoar o modelo. Portanto, o uso de big data e tecnologias foi grandemente defendido pelos palestrantes e empresários do IFA Convention 2018. Novas formas de comunicação que otimizem e evoluam o relacionamento de franqueadores e franqueados, podem contribuir muito para o sucesso das redes. Diante disso, transformação e volatilidade precisam ser equilibradas com os processos consolidados, “é preciso abraçar a mudança em vez de fugir dela”.

Observação é uma palavra que não deve ser negligenciada. Clientes, franqueados, sócios, empresários e concorrentes têm grandes colaborações para o negócio e assumir isso já é um grande passo para abraçar essas mudanças. Algumas orientações também são relevantes, visto que, é preciso obter informações em algumas áreas para quem deseja colocar mudanças em prática e aumentar seu sistema de franquias, por exemplo. Entre essas informações estão: entender a estratégia, qual o caminho certo para o seu negócio; geração de leads e marketing; processo de desenvolvimento da franquia e gerenciamento de talentos. O ambiente é competitivo, mas parcerias operacionais também são colocadas como grandes maneiras de explorar e evoluir o sistema, ou até adotar diferentes modelos de expansão.

Sucesso está atrelado a trabalho, mas os palestrantes não deixaram de apresentar algumas dicas como ABCs do sucesso da franquia. Para eles, “a satisfação do franqueado impulsiona o crescimento; a rentabilidade do franqueado gera a satisfação e as relações e a confiança são a cola que retém o sistema juntos”. Todos esses fatores podem convergir para o sucesso e consequentemente para oportunidades internacionais, por exemplo.

Os eventos foram destaque em diversos meios e através de depoimentos dos presentes, não há dúvidas de que o ambiente foi propício para networking, aprendizado, novas oportunidades e grandes evoluções no ambiente empresarial internacional.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá!
Podemos ajudá-lo?
Powered by