De funcionário a chefe: quais as possibilidades dentro de uma franquia?

Que o franchising se tornou uma das melhores oportunidades de empreendimento já não é novidade. Este setor oferece diversas possibilidades para investidores de todos os segmentos. Afinal, uma marca já estabelecida no mercado é o sonho de todo empreendedor iniciante. E quem disse que apenas os grandes empresários podem apostar nesse meio? Quem começa como funcionário também pode ter uma unidade para chamar de sua!

Um dos pontos essenciais para investir em uma franquia trata-se da identificação com a marca. Portanto, nada melhor que obter isso depois de conhecer a fundo todo o funcionamento e operação de uma unidade, não é mesmo? Por isso, diversos funcionários desenvolvem a vontade de investir no próprio negócio. Trabalhar em um local dessa forma oferece o essencial: conhecimento. É a partir daí que um funcionário consegue identificar as necessidades e colocar em prática ao se tornar líder.

Em que momento posso me tornar chefe?

Como em qualquer negócio, quando falamos em franquias, o investidor precisa ter em mente algumas coisas essenciais para obter sucesso: planejamento, conhecimento, comprometimento, entre outras características.

Alguém que possui essas habilidades e a capacidade de planejar bem um acontecimento é o tipo de pessoa ideal para empreender. Portanto, um funcionário que realmente se interessa pelos processos e observa pontos positivos e negativos já está no caminho certo. A partir daí, procurar obter conhecimento especifico sobre gestão também é importante. O principal é conseguir unir prática e teoria ao longo da vida profissional.

Então, depois de dar este primeiro passo, já é possível começar a planejar a própria unidade. Mas, é nesse momento que também entram outras obrigações.

Ter um próprio empreendimento é bem diferente de continuar como funcionário. Agora é você quem estará no comando de uma equipe, que precisará lidar com a burocracia e decidir todos os processos de gestão. O horário de trabalho pode não se limitar apenas ao horário comercial, pois é você quem irá lidar com imprevistos e outras situações adversas que são comuns em qualquer ambiente e podem acontecer em momentos inesperados.

Mas não se assuste! Exatamente por ter experiência do outro lado, que existe uma vantagem nesse sentido. É possível identificar erros e acertos para ajudar nessas fases. Além disso, a vivência como funcionário pode auxiliar no relacionamento com os colaboradores, tornando assim os processos e resultados mais satisfatórios.

Será que sou um bom líder?

Além de ter interesse pela marca e saber lidar com a operação de uma franquia, existem outros pontos fundamentais para quem deseja se tornar diretor(a) de uma unidade. Ser um bom líder para a equipe está entre eles. Afinal, assim como você gostaria de ter um bom chefe, os futuros companheiros de trabalho também desejam o mesmo. Portanto, o primeiro passo é obter autoconhecimento e entender se você se encaixa nesse perfil. Comece pensando quais são seus pontos fortes e o que deve ser deixado de lado. Treine sua habilidades de líder e, caso seja necessário, busque uma consultoria para melhorar este perfil.

Como inspirar funcionários?

E quando um chefe percebe potencial em um funcionário que poderia se tornar um bom líder? Como inspirá-lo a crescer e se tornar um empreendedor? Em muitos casos, um bom chefe pode ter papel fundamental nisso. Portanto, observar o perfil de cada funcionário pode ser essencial nesse momento. Ao identificar alguém assim, o ideal é incentivá-lo e entender suas dúvidas. É possível também estabelecer oportunidades de crescimento e aprendizado como cursos, vivência com especialistas e etc.

Todo bom funcionário pode se tornar chefe?

 

Você sabia? Uma pesquisa realizada por pesquisadores na Universidade de Minnesota, de Yale e do MIT, nos Estados Unidos, indica que nem sempre um profissional que apresenta bons resultados é, necessariamente, um bom chefe. Isso acontece porque, nem sempre, o perfil do funcionário se ajusta ao de um líder. Portanto, mesmo que um funcionário tenha um bom perfil, vale a pena avaliar se a liderança é um bom caminho para tal pessoa.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá!
Podemos ajudá-lo?
Powered by