EMPREENDER COM FRANQUIAS: A ESCOLHA DE GRANDES EMPRESÁRIOS BRASILEIROS

O Brasil é reconhecido por ter grandes empreendedores e três em cada dez brasileiros adultos entre 18 e 64 anos possuem uma empresa ou estão envolvidos com a criação de um negócio próprio, segundo a Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 2016, pesquisa sobre empreendedorismo realizada pelo SEBRAE e IBQP. Juntamente com esses dados, outros demonstram a grande dificuldade que os brasileiros encontram com legislação, burocracias e números alarmantes como a mortalidade de novas empresas. Dessa forma os nomes de grandes empresários são sempre relembrados para inspirar mais pessoas a empreender.

Ao realizar uma pesquisa sobre os principais empreendedores brasileiros, não nos surpreende que recorrentemente aparecem pessoas que estão no sistema de Franchising, nomes como: Robinson Shiba, Alexandre Costa, Antônio Alberto Saraiva, Flávio Augusto, Salim Mattar são sempre citados como cases de sucesso. Essas pessoas enxergaram no sistema de franquias uma grande oportunidade de crescer e hoje já somam milhares de unidades abertas no país inteiro.

Durante uma pesquisa realizada pelo SEBRAE foram apontados como pontos contribuintes para a sobrevivência/mortalidade de empresas: a ocupação do empresário antes da abertura; experiência no ramo e motivação para abrir um negócio; planejamento do negócio; gestão e capacitação dos donos em gestão empresarial. Ao pensarmos que no sistema de franquias as premissas são a transferência de know how e processos de gestão bem definidos, entendemos porque esses fatores são determinantes para o sucesso do modelo de negócio e porque ele vem ganhando cada vez mais notoriedade no mercado brasileiro.

Os números do setor também são bons demonstrativos de como funciona o sistema. Só no ano de 2017 o faturamento aumentou 8%, chegando a 163 bilhões, o modelo de negócio também alcançou 145 mil unidades, 2,8 mil redes e mais 1,2 milhões de empregos com estimativas de ampliar esses números em 2018, previsões de crescimento do faturamento (8 a 10%), das unidades (3%) e dos empregos (3%), e mantendo-se estável o número de redes, segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF). Pensando nesses dados e na intenção de várias pessoas de empreender no início do ano é importante pensar que esse é um momento de pesquisa e planejamento e um ponto muito interessante para essas pesquisas são as tendências do setor e quais mercados estão em crescimento e quais já estão saturados, por exemplo.

Não podemos deixar de observar que investir nos clássicos na maioria das vezes é uma grande aposta, o setor de alimentação, que é o mais usual no mercado brasileiro de franquias, apresentando o maior número de lojas segundo a (ABF), continua em alta, mas deve propor diversificações nos modelos de negócio e mix de produtos para atender as exigências do público. Novos modelos como o fast casual, que fica entre o fast food e restaurantes mais sofisticados, pensado para quem realiza refeições fora de casa, mas deseja uma alimentação um pouco mais saudável e elaborada, indicam boas estimativas.

Continuando nos clássicos, as franquias de serviços que vêm fazendo sucesso nos últimos anos ainda são tendência para 2018, pois as pessoas estão com o tempo cada vez mais escasso e procuram soluções como lavanderias, serviços de reparos, entre outros. Seguindo a mesma linha, o delivery não fica atrás, franquias não só de alimentação, mas que somam serviços e entrega, assumem posição de destaque na preferência da população tendo em vista que principalmente nas grandes cidades o transporte é um dos maiores problemas, franquias que conseguem inovar e acrescentar ao seu sistema o delivery apresentam boas previsões. O setor de educação também é tradicional e apresenta franquias muito inovadoras como escolas de Rock, por exemplo, garantindo ainda uma relevância.

Já não é surpresa que as tendências buscam atender as demandas da população. Por isso, sabendo que a projeção é de que a população envelheça cada vez mais e considerando-se grandes problemas no serviço de saúde brasileiro, franquias do setor de saúde e bem-estar também estarão em alta nesse ano.

Para qualquer investimento bem-sucedido é necessário ponderar todas as opções, planejar, acompanhar as tendências, analisar números da economia para escolher um negócio com em que realmente exista uma identificação.

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Olá!
Podemos ajudá-lo?
Powered by