Aberta em BH, a Loja de Franquia introduz a oferta diversificada de novas oportunidades

O Franchising consolida-se cada vez mais como boa opção de investimento, apesar do cenário de baixo crescimento econômico. Ano passado, período considerado atípico e marcado pela realização da Copa do Mundo e eleições, o faturamento desse mercado cresceu 7,7% na comparação com 2013, de acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Por isso, a Anewton Franchising, empresa especializada no segmento, inaugurou nessa semana a Loja de Franquia, primeiro estabelecimento da capital mineira voltado para a comercialização de franquias e instalado no bairro Funcionários (região Centro-Sul).

O diretor da empresa, Lucien Newton, informa que o ponto de venda tem o objetivo de atender a três públicos distintos. Além dos interessados em adquirir uma franquia, a loja deve receber também empresários que pretendem, por algum motivo, vender a sua franquia e outros que desejam investir na expansão da própria marca por meio desse sistema.

Ele explica que os clientes poderão encontrar oportunidades em áreas diversas, uma vez que a Anewton Franchising representa 60 diferentes marcas atualmente. “Caso o candidato tenha interesse em investir em uma delas, vamos oferecer consultoria gratuita. Porém, se ele optar por uma outra marca, também podemos oferecer toda a orientação que, nesse caso, terá um custo”, diz.

Newton afirma que a loja pretende disseminar com mais força as vantagens e tipos de franquias. “O Franchising ficou conhecido principalmente pelas franquias de alimentação e, por isso, muita gente quer investir nessa área. Mas é necessário analisar o candidato para saber se ele realmente tem perfil para trabalhar com isso, ou se o ideal seria que ele apostasse em outro segmento”, pondera.

Segundo a previsão é que, com o novo canal de vendas, a quantidade de comercializações dobre em relação ao exercício passado.

O estabelecimento conta com um total de 80 metros quadrados e, a princípio, emprega cinco funcionários. O diretor revela que mais lojas não devem ser inauguradas ainda neste ano, mas não descarta a possibilidade de abrir outras a partir de 2016.

Assim, a ideia poderá ser levada a outros municípios mineiros, como Juiz de Fora (Zona da Mata), Montes Claros (região Norte) e Uberlândia (Triângulo), onde já existem grandes centros de compras e há uma carência de empresas especializadas na prestação desse tipo de serviço. 

Fonte: Diário do Comércio

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá!
Podemos ajudá-lo?
Powered by