O que esperar do franchising em 2021

Quais são as tendências do ramo para este novo ano, segundo o especialista em franquias Greg Nathan

Em recente artigo, Greg Nathan – um dos mais admirados empreendedores e autores na relação entre franqueador e franqueado, e autor do livro “Parcerias Lucrativas” – revela sobre as tendências que já estão ocorrendo no mercado de franchising. Seus relatos são baseados em pesquisas feitas no cenário dos Estados Unidos, porém, sua maioria pode ser aplicada, também, no mercado brasileiro.

Ele aponta 10 dicas que serão imprescindíveis neste ano de 2021:

– Franqueados mais fortes se expandirão: a queda econômica usada pela pandemia do Covid-19 deixou muitas pequenas empresas vulneráveis, porém os franqueados terão mais chances de sobrevivência, mas, alguns ainda precisarão fechar ou vender, criando oportunidades de expansão dentro da própria rede.

– O crescimento virá de dentro: As melhores redes de franquias recrutam novos franqueados “em casa”, através da implantação da cultura de sucessão e de oportunidades de desenvolvimento de carreira para funcionários de alto potencial.

– As reuniões continuarão em formatos virtuais: A maioria das reuniões continuará utilizando o formato virtual ou híbrido. Além de econômicos, esses encontros podem ser extremamente envolventes se realizados com processos de facilitação competentes. 

– O desempenho será, cada vez mais, orientado por métricas: A tecnologia vem proporcionando mais facilidade ao acesso dos dados de negócios. Franqueadores inteligentes estão investindo em dashboards de negócios para monitorar as principais métricas financeiras, bem como relatórios mais profundos para entender tendências importantes relacionadas aos hábitos dos clientes. Isso não só fornecerá novas informações sobre como melhorar a experiência do cliente, como, também, preparar as partes para usarem esses dados juntos para desenvolver estratégias inteligentes melhorando lucratividade geral. 

– Os millennials assumirão cada vez mais os escritórios de suporte: Um número crescente de escritórios de suporte ao franqueador está sendo liderado por uma nova geração de líderes. Embora tragam abertura à diversidade e às novas ideias, as habilidades de comunicação dessa geração são tendenciosas aos formatos baseados em texto. É importante garantir que a equipe passe por desenvolvimento profissional para manter comunicações empáticas entre as partes. Além disso, é essencial que seja, formados times intergeracionais para mesclar as experiências dos mais maduros, com o ímpeto inovador dos jovens.

– Será esperada maior transparência, equidade e cidadania: Um novo senso de justiça social está se impondo no mundo e espera-se mais informações dos franqueadores sobre como os fundos de marketing são gastos, mais transparência sobre os processos de tomada de decisão, mais equidade em torno de taxas e descontos de fornecedores, mais responsabilidade em torno da cultura e comportamento e mais responsabilidade pelo impacto social e ambiental.

– Os conselhos de franqueados mudarão seu foco: Os franqueados estão cada vez mais impacientes com conselhos consultivos de franquia disfuncionais que não lhes dão uma voz legítima no processo de tomada de decisão. O estilo maduro e colaborativo com foco no desenvolvimento de negócios se tornará o modelo esperado.

– O suporte de campo se concentrará mais no cliente: A pesquisa mostra que, enquanto a alfabetização financeira dos gerentes de campo está melhorando, sua capacidade de treinar franqueados sobre como reter e aumentar sua base de clientes ainda é pobre. Muitos não entendem o básico do marketing ou como analisar padrões de compra de clientes – habilidades essenciais para ajudar os franqueados a reconstruir seus negócios. Esta será uma nova área importante de desenvolvimento profissional para os gestores de campo.

– O suporte ao franqueado será mais personalizado: Franqueados não são todos iguais em termos de competência, tamanho e necessidades de apoio. Por exemplo, mais da metade dos franqueados na maioria dos mercados estão agora na fase madura de seu ciclo de vida empresarial, com 10 ou mais anos, e muitos estão desenvolvendo operações substanciais multi-unidades. Essas pessoas são operacionalmente experientes em negócios e estão procurando orientação sobre como reinventar seus negócios e manter-se fresco e crescendo. Os franqueadores precisarão cada vez mais categorizar seu suporte à franquia para atender às diferentes necessidades de seus franqueados.

– Os franqueadores se concentrarão mais no bem-estar psicológico: Se há uma coisa que a pandemia ensinou a todos é o terrível impacto que o estresse e a incerteza podem ter na saúde mental das pessoas. Franqueados e equipes de apoio a franqueados têm sido psicologicamente agredidos pela incerteza operacional contínua, isolamento social e pressão financeira. Franqueadores inteligentes fornecerão desenvolvimento profissional e pessoal contínuo para reconstruir a confiança e o otimismo de suas equipes.

Possui dúvidas e precisa de mais esclarecimentos sobre como lidar com sua franquia em 2021? Entre em contato com nossos consultores!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Olá!
Podemos ajudá-lo?
Powered by